A vida de rei do imigrante

B423D1B5-751A-4519-85E0-CA3E470E92D4Por #cassandrasincera

Senta que lá vem textão. E o assunto de hoje não foi escolhido à toa. Não conheço ninguém que more fora e que não tenha ouvido algo parecido com “tá morando fora, ficou rico” ou ainda “agora que saiu do Brasil está bem de vida”.

Vamos começar pelo começo. Sim, existe muita gente que tem uma condição financeira boa e assim a manteve quando saiu do Brasil. Outros, como a maioria de nós, deixou para trás empregos com bons cargos e salários, carros, casa própria e claro, família e amigos, e investiram tudo para se aventurarem num país desconhecido.

Não estou aqui para romancear, morar fora é muito difícil. Muito mesmo.
Pode parecer lindo ver aquelas fotos de neve e paisagens maravilhosas, mas você já parou para se perguntar o que a gente tem que fazer pra poder estar aqui?
Já recebi críticas de desconhecidos e até de familiares, pessoas que simplesmente acham que quando a gente pisa fora do nosso país, um pozinho mágico cai e tudo passa a dar certo.
E se você também acha isso, vou contar um segredo: não existe conto de fadas

– Não temos ajuda de ninguém, então até aquela saidinha a dois, importante pra renovar qualquer relacionamento, pode acabar acontecendo uma vez por ano.
– Ninguém te conhece e a sua experiência de trabalho pode não valer absolutamente nada. A não ser que você já chegue empregado (o que é bem raro), sua caminhada profissional vai começar do zero, aceite e corra atrás.
– Viver em inglês (ou em qualquer idioma que não é a sua língua materna) não é tão lindo quanto parece. Fluência não se adquire de um mês pro outro e muitas vezes demora anos. Ainda assim, você vai continuar se sentindo um peixe fora d’água quando falarem de um fato específico daquele país, coisa que não fez parte da sua vida.
– E vamos falar claramente: não, você não vai conseguir um bom emprego se não falar inglês! Não acredite em quem diz “pode vir que aqui tem emprego”.
– Fazer amigos brasileiros pode parecer fácil mas no fundo a nossa necessidade de estar perto de “gente como a gente” fala mais alto. Demora até percebermos quem são as pessoas com quem realmente temos afinidade verdadeira.
– Viver anos em status temporário, se preocupando com renovações de passaportes e permissões, fazendo contas para pagar as próximas taxas caríssimas para manter a sua estadia legal, até finalmente conseguir a residência permanente e até a cidadania… Vocês conseguem imaginar o que é ter que enquadrar em requisitos e depender da decisão alheia (governo) para saber o que vai acontecer com a sua vida e a da sua família? Preciso explicar porque tanta gente acaba sendo grosseiro e dando respostas atravessadas quando pessoas entram em grupos do Facebook, por exemplo, pedindo ajuda para ficar ilegal/informal aqui? Sim, isso incomoda muito!!!
– Vale lembrar que ainda somos brasileiros e temos, sim, o direito de reclamar do governo e dos problemas do nosso país! Não é porque a gente mora fora que ficou alienado!
– Reclamar de alguma coisa que não gostamos no país que moramos não significa que estamos comparando com o Brasil ou que achamos que aqui o problema é mais grave do que lá. Um exemplo claro é quando me criticam porque reclamo (muito) da chuva enquanto no Brasil tem gente morrendo de bala perdida. Oi? É sério mesmo isso???? Desculpa mas não faz o menor sentido!

Então, por favor entendam que viver fora não é lindo e que a gente luta muito, muito mesmo, para conseguir coisas que seriam bem mais fáceis em casa! A gente troca nossa estabilidade profissional e conforto financeiro por qualidade de vida e segurança mas ainda assim, sair do Brasil não é nada, nada fácil!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s