Muita gente ficou sabendo que tive a primeira bronquite da vida no mês passado e, como presente, após uma crise de tosse, ganhei uma costela quebrada.

Depois de 15 dias adaptando minha rotina e movimentos simples para conviver com a dor, parei para pensar em como seria se isso tivesse acontecido no Brasil e mais uma vez me dei conta de que eu tinha uma vida de rainha e não sabia…

Para ilustrar a minha teoria, fiz um comparativo com a minha vida no Brasil em 2014 e a atual no Canadá. Seria mais ou menos assim:

  • Diagnóstico e tratamento:

Brasil: Costela quebrada. Licença médica remunerada e repouso de uns 2 meses pelo menos.

Canadá: Costela quebrada. Vida (quase) normal, Advil e paciência.

  • Trabalho:

Brasil: Ficaria em casa sem trabalhar e recebendo.

Canadá: Caso eu optasse por fazer repouso, não receberia. Nosso pagamento é por hora trabalhada, ou seja: não trabalhou, não recebeu. Bora pra luta!

  • Transporte:

Brasil: Considerando que eu quisesse ser teimosa e trabalhar, eu morava a 6km do trabalho. Iria demorar pelo menos 1h dirigindo, pararia no vaga certa por R$4 (era por aí na época que eu fazia isso) e pronto.

Canadá: Skytrain em pé para me deslocar os 15km em 45 min, porque parar no centro de Vancouver não sai por menos de CAD$15 a diária, sem considerar o combustível.

  • Rotina doméstica:

Brasil: Com ajuda do marido, família por perto e ainda uma pessoa trabalhando lá em casa, provavelmente não moveria uma palha durante a recuperação. Seria basicamente levantamento de garfo!

Canadá: Somos 4 em casa sendo que 2 crianças… tudo sobra para mim e meu marido portanto nada de luxo ou repouso. Diariamente dividimos as tarefas freneticamente e ter uma costela quebrada definitivamente não me dá quase nenhuma regalia nesse quesito!

 

Pois é…. não existe a vida maravilhosa do imigrante que tanta gente imagina. Esse é só mais um exemplo simples que mostra que a gente precisa rebolar muito pra se adaptar às nossas escolhas. E juro que não estou reclamando de pegar metrô e ter que trabalhar. Amo o que eu faço porém não seria mal poder repousar e melhorar mais rápido, não é?

Fico por aqui até porque quanto menos esforço, melhor! Até a próxima!!

Advertisements